PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Whatsapp ajuda moradores da quebrada a terem acesso a produtos orgânicos

Quebrada Tech

04/03/2020 04h00

Joyce Izauri, cofundadora da Enjoy, delivery de alimentos orgânicos da quebrada (Reprodução/ Facebook)

Moradora conta como uso do Whatsapp para o consumo de produtos orgânicos tem contribuído para manter a cultura de alimentação vegana na quebrada

Por Tamires Rodrigues

Na periferia, se alimentar de maneira saudável muitas vezes é um grande desafio, devido à dura rotina dos moradores. Morar nas periferias de São Paulo significa conviver diariamente com um deserto alimentar, onde produtos de maior qualidade não estão acessíveis a população. Dessa realidade surgiu a Enjoy, um delivery de alimentos orgânicos que atende principalmente moradores das periferias da zona sul da capital paulista, comercializando e entregando produtos cultivados por agricultores da região de Paralheiros.

A iniciativa começou há dois anos em uma pequena varanda. Segundo Joyce Izauri, uma das criadoras do empreendimento, esse movimento pela alimentação saudável surgiu ao perceber o poder econômico agrícola na quebrada. Os alimentos orgânicos saíam de Parelheiros e abasteciam os bairros da elite de São Paulo, e não vinham para regiões periféricas, tornando mais difícil o acesso dos moradores locais a esses alimentos.

Izauri diz que a preferência de atuação da Enjoy é na quebrada. "Costumamos dizer que atendemos a zona sul, porque a gente também atende da ponte para lá, mas nossa preferência é dentro da quebrada", diz. Os locais atendidos pelo delivery são os bairros de Piraporinha, Jardim São Luís, Jardim Ângela, Vila Prel, Jardim Elizabeth, territórios localizados nos distritos de M'Boi Mirim e Campo Limpo.

O Whatsapp Business é a principal ferramenta que auxilia a Enjoy no atendimento de seus clientes. "As pessoas fazem o pedido até domingo e a gente busca na terça. Se ela pediu seis bananas, a gente traz seis bananas, não trago a mais para não ter desperdício de alimento", afirma Izauri.

Uma das moradoras que utiliza o delivery é Graciela Vargas, que reside no bairro do Socorro. Ela, o marido e a filha são veganos. Vargas se mudou há pouco tempo para São Paulo, desde então começou a perguntar para amigos e vizinhos sobre a venda de alimentos orgânicos na região. Neste processo, ela conheceu em julho de 2019 as possibilidades de consumir alimentos por meio do delivery da Enjoy, que funciona exclusivamente online.

"Eles me mandam uma lista. Eu posso estar em qualquer lugar para fazer o pedido ou alterar algo se necessário. Apesar de a gente só conversar pelo Whatsapp, sinto eles bem próximos", diz Vargas.

A moradora diz que o contato via Whatsapp agiliza a sua vida. "Na correria é muito melhor se comunicar assim, sem contar que não tenho carro. É um adianto receber tudo em casa."

Ela acrescenta que o fato de não poder escolher os produtos como em um estabelecimento físico não compromete a confiança em relação à qualidade dos alimentos. ""Confio no que eles escolhem. Inclusive, às vezes peço para mandar mais ou menos maduro dependendo de quando vou usar."

Toda terça-feira Vargas recebe sua cesta de alimentos em sua casa.

Vargas conta que não abdicou do hábito de ir à feira, mas os alimentos prioritários em sua mesa continuam sendo aqueles que ela recebe via delivery da Enjoy.

Sobre os autores

O Desenrola E Não Me Enrola é um coletivo de produção jornalística que atua a partir das periferias de São Paulo, investigando fatos invisíveis que geram grandes impactos sociais na vida dos moradores e moradoras dos territórios periféricos.

Sobre o Blog

Como a vida dos moradores das periferias vem sendo impactada pela revolução digital que transformou as relações sociais, econômicas, culturais e políticas? É isso que o coletivo de jornalismo Desenrola E Não Me Enrola vai contar aqui no blog, trazendo histórias diretamente de quebrada para você conhecer de maneira mais aprofundada esse contexto social que mescla recursos mobile, consumo, comportamento, redes sociais e inovação. Site: https://desenrolaenaomenrola.com.br/